Minha chegada na #CICI2010

On 10 de março de 2010, in Posts, by ricardopoppi

Já estou em Curitiba para a Conferência de Cidades Inovadoras – #CICI2010 -, um evento constelado do qual faz parte também a #CIRS, Conferencia Internacional sobre Redes Sociais. Agora escrevo do auditório principal, onde esperamos a abertura oficial do evento. Estou utilizando a rede wifi livre do próprio evento, que por sinal está muito boa.

Fiquei hospedado no centro de Curitiba, uns 3km do local do evento. Saí mais cedo e resolvi ir andando, sem taxi, sem ônibus. Mochilinha com note nas costas, google maps no celular e vamos lá. Olhando no mapa o caminho é simples, mas bem complexo para um singelo pedestre. Diversas travessias sem faixa ou semáforo, ruas lotadas, calçadas vazias. Carros e motos enfurecidos que começam a aceleram segundos antes do sinal abrir, quase uma largada de F1, não fosse o baixo estado de conservação dos veículos que encontramos nas nossas ruas.

Not bike friendly

Meia hora mais tarde, avisto o prédio do CIETEP, um pouco irritado pelos perigos do percurso, mas satisfeito por estar quase chegando. Na entrada principal do prédio, um protesto de “bikeros” contra a dificuldade dos ciclistas em utilizar as vias da cidade. Cada carro que passava era saudado com a frase “Carro? Nada inovador…” – hahahah.

Carro? Nada inovador...

Me aproximo de um dos protestantes, morador de Curitiba, que me conta sobre o uso propagandístico da denominação “cidade verde” pela administração de Curitiba, sem prover as transformações necessárias para ostentar tal título. Essa técnica é chamada “green wash”, ou seja, uma lavagem verde sem mudar o que é fundamental. Diz que cada vez mais a cidade está se moldando para o automóvel, sem incentivar o uso de transportes mais saudáveis, como a bicicleta. Aproveitei para contar a minha odisséia na caminhada do centro até ali e lhe disse que essa parece ser uma tendência de muitas grandes cidades no Brasil. Pelo menos, minha experiência em Brasília diz isso: Embora, no plano piloto, se tenha aquela escala verde nas quadras, qualquer percurso mais longo se define em passar por travessias perigosas e locais sem calçada.

Embora eu não trabalhe diretamente com esse tema, vamos ver o que a conferência de cidades inovadoras tem a dizer sobre a moldagem das cidades para o automóvel de passeio individual, um meio de transporte nada sustentável.

Bike no protesto

Faixa na bike

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with:  

Comentários via Facebook:

Comentários via Facebook:

2 Responses to Minha chegada na #CICI2010

  1. guilherme b disse:

    hahaha que bacana :-)

  2. cinco disse:

    esses curitibanos adoram um protesto.

    se quiser te dou o contato do Ari Almeida, o maior delinquente que CURE-A-TIBIA já viu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by WP Status.net plugin.