Rio+Social

On 19 de junho de 2012, in Posts, by ricardopoppi


Estou participando de um evento gringo sobre redes sociais, moblilizações e mudanças, com um monte de blogueiros e empresas. O objetivo é discutir como a internet e as redes sociais podem ajudar ou sustentar a solução dos problemas complexos de sustentabilidade que a humanidade enfrenta agora.

Na pasta do evento praticamente não veio papel. Em vez disso eles deram um pendrive de 1GB com os materiais do evento. Para fazer uma experiencia, criei um torrent com eles, para compartilhar aos navegantes.

Estou aqui pensando que tipo de pergunta/provocação poderia fazer para as mesas, talvez seja interessante saber o que eles pensam sobre o caso #Kony2012 e também pensando em abordar a facilidade que as “revoluções online” tem para derrubar governos e a dificuldade que tem de formar um.

Enfim, bora ver o que rola. Quem quiser acompanhar ao vivo, cola aqui > http://rioplussocial.com.br/pt-br/

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with:  

Erro de SAFE MODE no PHP interferindo na função fopen()

On 12 de maio de 2012, in Posts, by ricardopoppi



Acabei de ajudar uma galera que tava precisando de ajudar com um erro de permissão de arquivos num sisteminha de emissão de boletos em php. A função fopen() do php não tava conseguindo abrir o arquivo, embora a pasta tinha como owner o usuário do apache e com permissão de escrita.


Consegui resolver a pala e para compartilhar esse caminho para outros que cheguem a esse blog post via mecanismos de busca, estou transcrevendo os passos que tomei:

1- Achei no error log do apache o seguinte erro:
PHP Warning:  fopen(): SAFE MODE Restriction in effect.  The script whose uid is 1005 is not allowed to access /var/www/html/<site>/<folder> owned by uid 33 in /var/www/html/<site>/<folder>/emissao.php on line 156, referer: https://www.nheen.net.br/_admin/boleto/emissao.php


2- Ai pesquisando pelo SAFE MODE percebi que o problema não era de permissão de escrita mas de uma proteção do php que não deixa um script cujo dono (owner/group) seja o usuário “A” gravar numa pasta cujo dono seja o usuário “B”;


3- Porque esse problema foi gerado? Porque foram feitas alterações no script pelo usuário root que quando gravadas estavam mudando a informação de owner (dono) do arquivo para “root”, diferindo do owner da pasta onde o fopen() tentava gravar;


4- Solução: ao fazer qualquer alteração nos scripts com outro usuário que não seja o dono das pastas (normalmente o usuário do ftp), não esquecer de voltar a informação de owner e group para o usuário e grupo original;


Se gostou e ajudou, melhore esse tutorial ;-)


Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with:  

Absurda a estratégia dos funcionários do senado que ganham acima do teto do funcionalismo público. Orientados pelo Sindilegis, armaram uma estratégia de processar o blog do Congresso em Foco por ter publicado o nome deles numa lista que revelava a ilegalidade. Isso é usar o judiciário para censurar o blog.

Estou participando do movimento e republicando aqui a lista de quem está processando o blog. Republique você também! Essa é uma forma da rede responder contra a censura. Juntos somos fortes!

Abaixo segue a lista dos 43 servidores do Senado que ganharam acima do teto em Agosto de 2009 – e que, por orientação do Sindilegis, estão processando o Congresso em Foco por publicizar esses dados, em 43 ações públicas idênticas, somando um pedido de mais de R$1 milhão em indenizações.

Se você também acredita que a transparência das questões públicas é importante, mostre isso pro Judiciário (que vai julgar as ações em 2012). Apoie a decisão do Congresso em Foco, e republique a lista no seu site.

Processo Dia e hora da audiência (1) Nome Salário acima do teto (2)
2011.01.1.200509-0 27/01/2012 15:00 Mônica Bentim Rosa 25.561,71
2011.01.1.200610-9 27/01/2012 15:30 Wellington Pereira de Oliveira 25.218,42
2011.01.1.200636-7 30/01/2012 13:30 Glaucia Maria de Borba Benevides Gadelha 24.819,65
2011.01.1.200647-0 30/01/2012 14:00 Carlos Roberto Vieira da Silva 25.153,05
2011.01.1.200666-4 30/01/2012 14:30 Silvério Francisco de Oliveira Rosenthal 25.673,39
2011.01.1.200683-2 30/01/2012 15:00 Otávio de Morais Lisboa 26.742,04
2011.01.1.200686-5 30/01/2012 15:30 Leopoldo Peres Torelly 26.806,28
2011.01.1.200714-4 31/01/2012 13:30 Sandra Claudia Costa Bastos 24.841,02
2011.01.1.200742-5 31/01/2012 14:00 Margarett Rose Nunes Leite Cabral 25.825,04
2011.01.1.200746-6 31/01/2012 14:30 Edward Cattete Pinheiro Filho 26.128,74
2011.01.1.200749-9 31/01/2012 15:00 Antônio José Brochado da Costa 28.447,42
2011.01.1.200753-8 31/01/2012 15:30 Adriana Henning Paranaguá 24.859,62
2011.01.1.200760-0 31/01/2012 16:00 Carlos Roberto Marcelino 26.578,26
2011.01.1.200776-3 01/02/2012 13:30 Antônio Augusto Araújo Dá Cunha 27.556,13
2011.01.1.200762-6 01/02/2012 13:30 Pedro Ricardo Araújo Carvalho 24.969,74
2011.01.1.200765-9 01/02/2012 14:00 Deraldo Ruas Guimarães 25.624,70
2011.01.1.200781-9 01/02/2012 14:30 José Oswaldo Fermozelli Câmara 26.516,00
2011.01.1.200784-3 01/02/2012 15:00 Maria Liz de Medeiros Roarelli 24.994,37
2011.01.1.200788-4 01/02/2012 15:30 Simone Medeiros de Oliveira Ribeiro 25.652,15
2011.01.1.200789-2 01/02/2012 16:00 Adolfo de Mello Júnior 25.653,50
2011.01.1.202621-5 06/02/2012 13:30 Maurício Silva 26.791,99
2011.01.1.202699-6 06/02/2012 14:00 Sérgio Luiz Gomes da Silva 25.657,02
2011.01.1.202714-6 06/02/2012 14:30 Patrícia Araújo da Cunha 27.446,83
2011.01.1.202720-0 06/02/2012 15:00 Janete Maia dos Santos 24.884,49
2011.01.1.202724-2 06/02/2012 15:30 Fátima Abrahão Kohlrausch 25.352,76
2011.01.1.202728-3 06/02/2012 16:00 Paulo Sérgio Paiva Futuro 25.268,22
2011.01.1.202622-3 06/02/2012 16:30 Celso Dias dos Santos 24.718,84
2011.01.1.202731-4 07/02/2012 13:30 Almiro da Cunha Leite Júnior 25.412,21
2011.01.1.202744-3 07/02/2012 14:00 José Roberto Fernandes Anselmo 26.237,01
2011.01.1.202738-8 07/02/2012 14:30 Sérgio Murilo Souza Rosa 25.374,85
2011.01.1.202749-2 07/02/2012 15:00 Gilson Amaral da Silva 25.547,58
2011.01.1.202750-7 07/02/2012 15:30 Olavo de Souza Ribeiro Filho 25.923,61
2011.01.1.202759-7 07/02/2012 16:00 Edinaldo Marques de Oliveira 28.111,35
2011.01.1.202760-3 07/02/2012 16:30 Sandra Maria de Moura Barbosa 25.063,82
2011.01.1.202761-0 08/02/2012 13:30 Solange Sotelo Pinheiro Calmon 26.396,51
2011.01.1.202766-9 08/02/2012 14:00 Cleomenes Pereira dos Santos 25.177,03
2011.01.1.202769-3 08/02/2012 14:30 Benedito Vakson Ribeiro 26.835,47
2011.01.1.202772-4 08/02/2012 15:00 Luciano de Souza Gomes 27.159,77
2011.01.1.202781-2 08/02/2012 15:30 Alex Pereira de Andrade 25.352,76
2011.01.1.202784-5 08/02/2012 16:00 Francisco Guilherme Thees Ribeiro 24.506,62
2011.01.1.203306-4 08/02/2012 16:30 Marisa Santana 28.578,72
2011.01.1.203308-9 09/02/2012 13:30 Eder Rodrigues da Silva 24.695,91
2011.01.1.203312-8 09/02/2012 14:00 Paulo Fernando dos Santos Moniz 28.333,12
Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
 

Como criar um projeto usando GIT e repositorio no gitorious

On 20 de setembro de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Aê galera, tive necessidade de criar um repositorio no gitorious para um projeto e acabei fazendo esse mini tutorial da parada, acho que pode ajudar outros na mesma situação que eu. O tutorial vale para usuários de GNU/Linux (eu < ubuntu).

1- Acessar gitorious.org – registrar, criar login, criar projeto e repositorio – são passos bem simples e totalmente visuais, não vou me alongar aqui;

2- Uma vez criado o repositório no gitorious, observe o link SSH dele – conforme exemplo abaixo. Vc vai precisar dele para os próximos passos.

3- Se não tiver um par de chaves, crie um com o comando abaixo. Pode deixar tudo default. Eu deixei a passphase em branco.

$ ssh-keygen

4- Copie o conteúdo do arquivo “/home/<seu usuário>/.ssh/id_rsa.pub” e adicione uma chave no gitorious na opção “Manage SSH Keys” e em seguida “Add SSH Keys” (tela abaixo)

5- Pronto! Agora vc já pode inicializar o seu repositorio local, dar o primeiro commit e mandar tudo pro repositorio online do gitorious. Se vc não tiver o GIT instalado no seu GNU/Linux, instale:

$ sudo apt-get install git-core git-doc git-gui gitk

6- O próximo passo é configurar os parametros básicos do GIT, seu nome e email:

$ git config –global user.name “Seu nome completo”

$ git config –global user.email “seu email”

7- Depois crie um diretório local com o mesmo nome do repositório online inicializando-o com o seguinte comando:

$ git init

8- Agora, copie todos os arquivos do projeto para dentro desse diretório. Uma vez feito isso, adicione-os e faça o commit:

$ git add *

$ git commit -m “commit inicial”

9- Em seguida, execute o “push” para o repo online. Aqui vc vai precisar da url SSH do repositório que criamos no passo 2:

$ git checkout master

$ git remote add origin <url link SSH do repositorio no Gitorious>

$ git push origin master

10- Observe a mensagem. Deve responder alguma coisa como “Syncing Gitorious… [OK]“. Se respondeu assim é porque o repo foi sincronizado. Vá na opção “Source tree” do repositorio no Gitorious e os arquivos devem estar todos lá!

BOAS GITADAS!!!!

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with:  

Sobre financiamento de campanhas

On 10 de setembro de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Respondendo a um post do Gregory (colega de Pol/UnB) postei o seguinte comentário:

Greg, show de bola suas postagens pro/positivas/vocativas! rsrsrsrs

Cara, de fato o sistema atual permite uma enorme colonização das campanhas por parte do capital. Desse jeito fica difícil competir com essas verbas que, devemos lembrar, são irrigadas tanto pelas empresas privadas quanto por recursos públicos que deveriam ser utilizados para outros fins (lembrando do uso das emendas parlamentares na CLDF, por exemplo).

Por outro lado, o que me incomoda no sistema exclusivamente público é impedir que pequenos doadores atuando em conjunto possam financiar legalmente seus candidatos. Isso seria um fechar de olhos do sistema político para os fenômenos recentes de “crowdfunding” no Brasil que repercutiu até em blogs estrangeiros.

Mas como fazer com que possamos diminuir a influência do capital nas campanhas sem tolher a possibilidade de que grupos e comunidades possam financiar legitimamente xs candidatxs?

A sua proposta tenta responder essa pergunta mas me parece que falha em incluir uma camada de burocratização que também fecha os olhos para os tipos de organização mais fluidos que estamos vivenciando na rede. Pessoas que se organizam através de interfaces e que não se submeteriam a uma associação ou entidade para fazer valer suas ações. Elas fazem diretamente, sem intermediários.

Qual seria a solução então? Não sei. Mas sei que ela passa por estabelecer algum tipo de limitação às doações individuais e algum tipo de mecanismo de transparência onde as doações teriam que ser realizadas (ou pelo menos listadas) em tempo real, na internet, para que o controle social e não somente a fiscalização dos Tribunais Eleitorais dêem conta de detectar as distorções e os sempre presentes lobos em pele de cordeiro.

E ai, o que acham do assunto?

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz

Provocações e reflexões sobre o Debate Adote

On 6 de agosto de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Aê galera to escrevendo aqui da OAB-DF, estamos no final do Debate Adote, foi muito interessante, várias discussões técnicas. Fiz uma fala provocadora dizendo que senti falta da galera do Adote lá, o pessoal que está mobilizando as campanhas, que está bombando nas redes.

Cade vocês pessoal?

Falei que acho que combate a corrupção é um tema que não pode ser abordado de forma separada da formulação das políticas. As pessoas se sentirão muito mais impelidas a fazer o controle social se tiverem participado da formulação desde o início.

O Sylvio Costa do @congemfoco mandou muito bem no comentário: “Combate a corrupção não é uma questão técnica, é social” O Ziller mandou bem também: “Eu queria ter visto alguém do #adoteumdistrital falar, ficaria na platéia assistindo de boa. O convite para formação da mesa privilegiou apenas os mais velhos”

Enfim, acho que essa provocação e as respostas valem para pensarmos um debate onde as pessoas do adote poderão falar de suas experiências concretas, poderíamos chamar o professor Davi, a galera do ranking, eu falo um pouco de dados abertos, enfim, acho que já temos massa crítica para isso.

Que tal?

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz

Exemplo de projeto bem sucedido no Catarse #crowdfundingbrasil

On 20 de julho de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz

Conversa do Mercadante (Ministro MCT) com hackers no FISL 12

On 17 de julho de 2011, in Posts, by ricardopoppi

No último FISL (12) houve uma roda de conversa com o Ministro da Ciência e Tecnologia Aloísio Mercadante sobre políticas de tecnologia envolvendo hardware e software livre no Brasil. Parabéns ao Paulo Rená por ter registrado esse momento, ajudando quem não esteve lá! Juntei os vídeos nessa playlist de 16 partes.

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
 

Discussão sobre a utopia das redes em perspectiva histórica…

On 2 de julho de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Assistindo hoje…

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with:  

“Charla” do Castells em Barcelona: Comunicação e Poder

On 12 de junho de 2011, in Posts, by ricardopoppi

Final de Semana tá demais, agora assistindo a “charla” do Castells em Barcelona, já faz uns 10 dias que tava na minha lista do “assisitir + tarde” do youtube…kkkkkk

Como sempre, compartilho aqui a playlist em 4 partes para indexar na grande rede em Português – embora a charla esteja em espanhol – e também para ajudar quem ainda não tinha sacado sobre essa palestra dele

Compartilhar:
  • Identi.ca
  • Twitter
  • Facebook
  • Technorati
  • Google Bookmarks
  • del.icio.us
  • Digg
  • StumbleUpon
  • Google Buzz
  • Yahoo! Buzz
Tagged with: